Visto, documentos e imigração

Uma das maiores preocupações de vir pra Londres é a imigração. A boa notícia é que eles não estão lá pra te por na parede e fazer você pedir pra sair – o que eles realmente querem é ter certeza que você tem boas intenções, que você tem dinheiro pra fazer o que você está falando que vai fazer, que você tem um lugar pra ficar e mais do que tudo, que você realmente vá embora quando você falou que vai. Pra maioria das pessoas que tem um inglês bom o suficiente para se comunicar com os oficiais, as perguntas na imigração são bem simples e óbvias, e o processo é bem mais rápido do que se imagina, mas pra isso você tem que estar bem preparado, então vamos pra parte teórica.

Se você tiver muita dificuldade em se comunicar, eles podem optar por chamar um intérprete pra te ajudar. E pode ter certeza que, normalmente, eles vão falar devagar se precisar, já que eles querem mesmo é que você entenda.

Se tudo continuar caminhando como deve, o Reino Unido não fará mais parte da união européia (o que chamamos de BREXIT, que é diminutivo de Britain Exit), e as regras daí em diante ainda não estão bem definidas, porém assim que tivermos mais notícias manteremos esse post atualizado.

Não importa qual seja seu visto ou situação. Algumas regras valem pra todos, e foi sobre isso que falamos no video sobre imigração, aliás – vale assitir. Então pausa pro vídeo.

Como passar na imigração

Agora anota aí:

  1. Leve tudo o que te ajude a comprovar a sua história real, o motivo da sua viagem, mas só entregue o que for pedido. Você apresentar documentos que não foram solicitados pode soar rude, ou parecer que você está nervoso, e isso pode te atrapalhar, ou pelo menos não vai ajudar!
  2. Não importa o que aconteça, não minta nem exagere. A verdade é seu maior aliado.
  3. Certidão de nascimento para menores de 18. Se você está viajando com seu filho, é impressindível que possa comprovar isso de forma clara, portanto precisa de uma certidão de nascimento dele. Caso só um dos pais esteja levando a criança, precisa também de uma autorização pra sair do Brasil e uma forma de identidade, e o mesmo vale caso você esteja viajando com outra criança. Para mais informações sobre viajem com menores, visite o site do Itamaraty.
  4. Quarentena do COVID19. Independente de visto e nacionalidade, se você estiver não viajando de algum país dessa lista, precisa ficar 14 dias trancado, de quarentena. Pra isso, você tem que dizer onde vai ficar nesse período. Eles provavelmente irão te ligar algum dia pra saber se você está cumprindo as normas, mas eles podem também te fazer uma visita surpresa, e se te pegarem fora de casa, a multa é de até £1.000.

Agora algumas informações sobre os vistos mais comuns:

Viajar para Londres como Turista

Pra quem vem ficar até 6 meses, não precisa de visto, é só chegar (e passar na imigração claro).

Esse visto não permite trabalhar no Reino Unido.

Documentos:

  1. Passaporte válido. Se você tem dupla nacionalidade, vale muito a pena viajar com os dois passaportes em dia, pra você ter as vantagens de um cidadão na ida e na volta.
  2. Seguro saúde. Turistas não têm direito de usar o sistema público de saúde (pra saber mais, assista nosso video sobre o NHS)
  3. Passagem de volta. Evidência básica de que você vai embora quando está falando que vai.
  4. Passagens de outras viagens do mesmo periodo. Se Londres é uma parte da sua viagem, essa é a história que você vai contar, então leve evidência.
  5. Comprovação financeira. Quanto precisa ter por dia eles não falam, mas a gente acredita em uma média de £50 por dia por mês. Você pode comprovar com um cartão internacional onde possa mostrar seu limite, mas é bom também apresentar algumas notas de libras para comprovar que pode pagar por despesas mais básicas. Dois meses de extratos bancários também é importante, assim como holerite de trabalho… enfim, evidências, evidências, evidências.
  6. Carta do empregador. Se você está de férias no trabalho, comprove essa parte de história com uma carta da sua empresa, em papel timbrado, que comprove que você é funcionário e que está de férias até o dia x (e que essa data seja depois da sua passagem de volta claro!). Ajuda a mostrar que você tem um ótimo motivo pra realmente voltar pra Brasil, então ajuda muito.
  7. Certidão de casamento. Se você vai viajar com a esposa ou esposo, é importante levar uma certidão de casamento, ainda mais se não tiverem o mesmo sobrenome.
  8. Carta convite ou reserva de hotel. Se vai ficar com algum amigo ou parente, uma carta convite é um documento poderoso. Ela mostra onde você vai ficar, e dá uma referência de alguém que mora aqui. Se for ficar em um hotel, leve algum comprovante de reserva com endereço, dia e horário de check in e check out.

Viajar para Londres como Estudante

Se seu curso for de mais de 6 meses, você precisa adquirir visto no Brasil antes da viagem. O Tier 4 é o mais comum.

Estudantes podem trabalhar pra ajudar com os gastos, porem no máximo 10 horas por semana (meio período).

O Home Office quer ter certeza que você está realmente estudando, e caso você não tenha presença, a escola tem que informar o consulado e você pode ser deportado – ou seja, tem que ir pra escola mesmo.

As perguntas e os documentos são semelhantes às do visto de turista, mas é provável que te perguntem também (e peçam comprovação) sobre a escola, o curso, horário, distância de onde você vai ficar, como você pretende ir pra escola, etc…

Viajar pra Londres como cidadão de países da comunidade européia

Se você tem um passaporte da comunidade européia aí sim a coisa fica simples. Sua entrada é praticamente garantida, e de novo, você não precisa de visto pra entrar, é só chegar.

Com o Brexit isso pode mudar, mas acredita-se que mesmo assim a entrada vai ser mais fácil para europeus do que para Brasileiros – vamos aguardar.

Diferente dos outras situações de visto, quem tem passaporte europeu pode trabalhar à vontade.

Independente do visto, a dica é: sorria, fique tranquilo, entregue o passaporte, diga good morning/afternoon/night e siga as instruções que os oficiais vão te passar. Se fizer isso e seguir tudo o que escrevemos aqui, realmente acreditamos que não terá problemas pra entrar.

Acima de tudo, recomendamos que você acesse os sites oficiais do Brasil e da Inglaterra antes de viajar – agora com a pandemia e BREXIT se aproximando, as regras podem mudar bem rápido.

Home Office: https://www.gov.uk/government/organisations/uk-visas-and-immigration

Consulado brasileiro em Londres: http://cglondres.itamaraty.gov.br/pt-br/

Menu
Informações atualizadas sobre oCOVID19 em Londres